O Portal de Notícias da Agricultura Capixaba

Home Notícias Ameaças no Campo

10.10.2017


Utilização do herbicida Paraquate é restrita pela Anvisa

 

 

 

 

A utilização do ingrediente ativo Paraquate em produtos agrotóxicos de todo o país será proibida no prazo de três anos. A determinação foi anunciada pelo Ministério da Saúde, por meio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nas últimas semanas, após a reavaliação do ingrediente ativo, por associar o produto ao desenvolvimento da doença de Parkinson. O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) orientará lojistas e produtores quanto à nova medida.

 

A comercialização pelas lojas agropecuárias será aceita pelo prazo de 180 dias (até 21/03/2018) para embalagens com volume inferior a cinco litros. Acima dessa quantidade, o prazo é de três anos, ou seja, até setembro de 2020.

 

Já a utilização do produto nas lavouras está restrita às aplicações realizadas por trator de cabine fechada. Para os demais tipos de aplicação (costal, manual, aérea ou por trator de cabine aberta), a proibição é imediata e já não pode mais ser feita.

 

Segundo o chefe da Seção de Inspeção e Fiscalização Vegetal do Idaf, Marcio Gama Costa, as equipes de fiscalização do Idaf já estão orientadas para instruir o setor. “É importante que as pessoas tenham consciência de que essa proibição leva em consideração a saúde delas, sobretudo aquelas que aplicam esses produtos e estão, portanto, mais expostas. A medida veio para proteger os produtores. No Espírito Santo, temos registrados cerca de 15 produtos que utilizam o Paraquate em sua formulação. Eles são utilizados em lavouras de banana e café, por exemplo”, disse.

 

O Paraquate é utilizado na agricultura no Brasil para o combate de ervas daninhas em culturas como a do milho, algodão, soja, feijão e cana-de-açúcar. Segundo relatório do GGTOX, grupo de trabalho de toxicidade da Anvisa, o produto tem classificação toxicológica I, considerado extremante tóxico. A agência começou a analisar o produto em 2008 e as evidências apontam para o risco do Paraquate em trabalhadores que entram em contato diretamente com o produto.

 

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação/Idaf

Francine Castro

Tel: (27) 3636-3774

comunicacao@idaf.es.gov.br

 

Fonte: IDAF

 

 

 

Comentários


Previsao Do Tempo


Edições


Confira todas as edições

28 3553-2333

28 99976-1113

jornalismo@safraes.com.br

 

Av. Espírito Santo, 69 - 2º Pavimento - CEP: 29.560-000 - Guaçui - ES

© Revista Safra. Todos os direitos reservados.

 

 

Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.

produção do site - www.cadetudo.com.br