O Portal de Notícias da Agricultura Capixaba

Home Notícias Geral

29.11.2017


Ifes está entre os melhores Institutos Federais no IGC

Instituição conquistou nota 4 com a avaliação, entre 2014 e 2016, de 24 cursos superiores.

 

 

O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) está entre os 12 Institutos Federais que conquistaram nota 4 no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), um indicador de qualidade que avalia as Instituições de Educação Superior no Brasil. A nota, que é considerada muito boa pelo Ministério da Educação (MEC), é referente à avaliação de 24 cursos, entre 2014 e 2016, dos campi de Alegre, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Santa Teresa, Serra, São Mateus, Vila Velha e Vitória.

 

O diretor de graduação do Ifes, Randall Teixeira, destaca o reflexo da qualidade dos cursos, do corpo docente e da infraestrutura da instituição. “O Ifes tem se esforçado para ampliar a oferta de cursos superiores nas regiões onde está localizado e esse resultado é um estímulo para que continuemos o trabalho de interiorização. Dos 24 cursos avaliados, dez são oferecidos em campi do interior do Estado”, afirmou.

 

Jadir Pela, reitor do Ifes, destacou a qualidade dos alunos e servidores da instituição. “É importante destacar também o esforço da gestão na busca de melhores condições de trabalho; e o esforço contínuo de nossos professores e técnicos para a realização de uma educação de qualidade. Nossos alunos também merecem toda a nossa admiração pelo empenho nos estudos. Juntos conseguiremos avançar ainda mais”, afirmou o gestor.

 

A pró-reitora de Ensino do Instituto, Adriana Pionttkovsky Barcellos, explica que o IGC tem como critério uma média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. “Assim, sintetiza num único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. Estar entre as instituições que foram avaliadas com nota 4 nos dá condições de fortalecer e ampliar a oferta de cursos superiores no Ifes”, comentou.

 

Além do Ifes, os Institutos Federais de Brasília (IFB), Goiano (IF Goiano), Catarinense (IFC), Sul Rio Grandense (IFSul), Triângulo Mineiro (IFTM), Mato Grosso do Sul (IFMS), Farroupilha (IF Farroupilha), Sergipe (IFS), Rio Grande do Sul (IFRS), Baiano (IF Baiano)e Rio de Janeiro (IFRJ), também conquistaram nota 4 no índice.

 

Veja o ranking completo.

 

Cálculo IGC
O Índice Geral de Cursos monitora a qualidade dos cursos de graduação e divide as instituições por totais contínuos que vão de 0 a 500 pontos e em faixas que vão de 1 a 5. Avaliações abaixo de três são consideradas insatisfatórias pelo MEC.

 

Para a graduação, o cálculo do IGC considera a média dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) da instituição. O CPC tem como base o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), o quanto o curso agrega de conhecimento ao aluno, além de indicadores de corpo docente, infraestrutura e organização didático-pedagógica. Na pós-graduação, o IGC utiliza a Nota Capes, que avalia a qualidade da pós-graduação numa escala de 1 a 5.

 

fonte: IFES

 

 

 

Comentários


Edições


Confira todas as edições

28 3553-2333

28 99976-1113

jornalismo@safraes.com.br

 

Av. Espírito Santo, 69 - 2º Pavimento - CEP: 29.560-000 - Guaçui - ES

© Revista Safra. Todos os direitos reservados.

 

 

Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.

produção do site - www.cadetudo.com.br