Home Notícias Estado

11.01.2018


Financiamentos para economia verde vêm ganhando espaço na economia capixaba

 

 

 

A chamada economia verde vem ganhando força no meio empresarial. O uso de fontes de energia sustentáveis e as práticas de reaproveitamento de água são dois pontos que se tornaram preocupações para empresários da indústria, comércio e serviços.

 

No Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), essa tendência vem se mostrando a partir do aumento na procura dos financiamentos para o segmento: só em projetos já contratados, o valor chega a R$ 10 milhões.

 

No ano passado, cerca de R$ 4,5 milhões em 26 projetos foram financiados, principalmente, para a aquisição de placas fotovoltaicas. O número mostra que as empresas já estão se movimentando para adquirirem mecanismos mais econômicos e ambientalmente responsáveis. São financiamentos para captação de energia solar, pequenas hidroelétricas e energia proveniente de gás natural, além de outras formas de reaproveitamento energético e boas práticas ambientais.

 

Para os interessados em empreendimentos sustentáveis, o banco de desenvolvimento capixaba oferece opções de crédito adequadas. “O Bandes está atento às demandas dos segmentos econômicos de nosso Estado e, por isso, temos as linhas de financiamento para fomentar esse tipo de atividade rentável, que gera empregos e preserva o meio ambiente”, explica Aroldo Natal, diretor-presidente.

 

Economia verde


 

O que é?

É um financiamento para incentivar o desenvolvimento da eficiência energética, das melhores práticas de controle ambiental e do uso de materiais recicláveis. A linha busca apoiar a adoção de sistemas de produção e consumo que preservem os recursos naturais, utilizem fontes de energia renováveis, mantenham a vegetação nativa, além de outros procedimentos que contribuam para a correta utilização de ativos ambientais.

 

O que pode ser financiado?

  • Investimentos em energia renovável e eficiência energética;
  • Apoio a empresas que utilizem subprodutos ou produtos reciclados como principal matéria-prima em seus processos produtivos;
  • Condicionantes ambientais aplicadas pelos órgãos competentes;
  • Apoio a empresas participantes da cadeia de materiais reaproveitáveis;
  • Investimentos no controle ambiental;
  • Apoio a projetos com capital de giro associado (financiando investimento fixo e capital de giro).

 

Quais são as principais vantagens?

  • Isenção de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF);
  • Financia implantação de negócios;
  • Financiamento de até 100% do valor do investimento;
  • Financiamento de investimentos ocorridos nos 12 meses anteriores ao protocolo da solicitação de financiamento;
  • Prazo de carência adequado ao investimento;
  • Prazo de amortização adequado ao investimento;
  • Financiamento de equipamentos importados;
  • Financiamento sem reciprocidade.

 

fonte: ES.GOV

 

Comentários


Edições


Confira todas as edições

28 3553-2333

28 99976-1113

jornalismo@safraes.com.br

 

Av. Espírito Santo, 69 - 2º Pavimento - CEP: 29.560-000 - Guaçui - ES

© Revista Safra. Todos os direitos reservados.

 

 

Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.