O Portal de Notícias da Agricultura Capixaba

Home Notícias Agropecuária

09.04.2018


Cooperado da Veneza inicia produção de leite por meio de Compost Barn

Entre os sócios da Veneza, Olavo Bergamin Ferrari é pioneiro no tipo de confinamento para vacas leiteiras

 

 

 
Em uma propriedade situada no Córrego Perlet, município de Boa Esperança-ES, 22 vacas em lactação eram mantidas em uma área de quatro hectares de terra, divididos em piquetes, produzindo 330 litros de leite por dia. Média que o produtor Olavo Bergamin Ferrari pretende aumentar nos próximos dias, com o início na nova maneira de produzir, por meio do sistema de Compost Barn (Estábulo de Composto).
 
As vacas deixaram os piquetes e foram morar na ‘nova casa’ no mês de fevereiro. A expectativa é de que a produção comece a aumentar já nos próximos dias. A média de produção por animal, quando o plantel estava nos piquetes, era de 15 litros de leite por dia. Com o manejo regularizado no Compost Barn, a perspectiva é de que esse índice ultrapasse os 25 litros por vaca.
 
Segundo Ferrari, a estrutura foi feita para abrigar de 25 a 30 animais. A alimentação de todo o rebanho passou a ser feita exclusivamente com silagem de milho e ração. Para isso, o cooperado se preparou com 70 toneladas do volumoso neste primeiro momento. A área onde era destinada para pastejo vai dar lugar a uma roça de milho. Tudo o que for produzido no espaço será transformado em silagem. Quatro silos trincheira foram feitos para receber até 200 toneladas do alimento.
 
Outra característica do Compost Barn é a utilização de uma “cama” orgânica cobrindo todo o estábulo. Neste caso foram utilizadas serragem e maravalha (espécie de pó de serra), mas o produtor também pode optar por outros tipos de materiais orgânicos como palha de café ou palha de arroz, por exemplo.
 
Antes de implantar o projeto, Olavo pesquisou para saber sobre a viabilidade. Sempre com o acompanhamento de um profissional técnico, o produtor visitou uma propriedade referência no assunto, no sul do estado, e percebeu que a iniciativa tem tudo para funcionar bem. “Após conhecer o funcionamento de um Compost Barn, me reuni com o técnico e começamos a fazer contas. Vi que é um sistema bastante funcional, que apresenta um resultado muito interessante. Sei que vai aumentar o meu custo, mas junto a isso aumenta toda a minha a produção. Com esse custo diluído, no final o resultado é bem mais positivo”, disse.
 
A estrutura do Compost Barn contempla uma área para entrada e saída das vacas, corredor de serviço, bebedouros e linha de cocho. O galpão recebe ventilação artificial por meio de ventiladores instalados na estrutura. 
 
Conforto aos animais
 
O sistema de Compost Barn aumenta o bem-estar animal. As vacas só saem do confinamento para ir à sala de ordenha. Com isso os benefícios são inúmeros:
 
- animais passam a caminhar menos; 
- diminuição do estresse térmico;
- eliminação de parasitas;
- melhoria da nutrição;
- vacas não ficam expostas à lama nos períodos de chuva;
- diminuição dos riscos de contrair mastite;
- melhora do escore de higiene das vacas;
- melhora da condição de cascos e pernas;
- aumento da detecção de cio;
- melhoria na qualidade do leite.
 



FONTE: Enfocco Assessoria de Comunicação

 

 

 

 

Comentários


Edições


Confira todas as edições

28 3553-2333

28 99976-1113

jornalismo@safraes.com.br

 

Av. Espírito Santo, 69 - 2º Pavimento - CEP: 29.560-000 - Guaçui - ES

© Revista Safra. Todos os direitos reservados.

 

 

Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.

produção do site - www.cadetudo.com.br