Home Notícias Viticultura

03.12.2018


Santa Teresa recebe 1º Encontro de Vitivinicultores

 

 

Durante o encontro, seis vinícolas receberam do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) os registros oficiais para viabilizar e colocar os produtos no mercado. (*Fotos: Divulgação)

 

Com o objetivo de fomentar a cadeia produtiva do vinho no município de Santa Teresa, o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), em parceria com a Associação dos Vitivinicultores de Santa Teresa (Avist) e com o Fórum Origem Capixaba, realizou o 1º Encontro de Vitivinicultores.

 

O evento, que teve várias palestras técnico-informativas, contou com mais de 100 pessoas, desde técnicos agrícolas, autoridades, instituições e alunos do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). Entre os assuntos abordados no encontro estão a contextualização – histórico, situação atual e entrega dos registros; desmistificação da regularização sanitária de agroindústria de bebidas; estudo de caso dos Vales da Uva Goethe, além do controle analítico e cuidadoso no engarrafamento e armazenamento de vinhos.

 

O extensionista Carlos Alberto Sangali de Mattos falou sobre as boas práticas agrícolas em vitivinicultura. “O conteúdo da programação vem ao encontro das necessidades dos nossos produtores, tanto no aspecto de colocar tecnologias para a produção de uma boa matéria-prima quanto a área de processamento para a produção de um bom vinho que vai agradar ao consumidor”.

 

 

Para o produtor de uva e presidente da Avist, Eliton Stanger, a associação foi criada para trabalhar no melhoramento dos produtos. “Ficamos felizes em participar desse momento e só conseguimos alavancar o nosso trabalho com o apoio das parcerias. Hoje somos mais de seis vinícolas legalizadas no município”, disse Eliton.

 

Quem também contribuiu com informações técnicas sobre os fatores que influenciam na elaboração de vinhos com qualidade foi o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Emprapa) Uva e Vinho, Irineo Dall’Agnol. “Este é um momento importante para o município, que cresceu muito com a produção de uva e vinho nos últimos anos. Ainda ressalto que os produtores precisam ficar atentos à escolha de matéria-prima para uma boa qualidade que vai sintonizar o produto com o consumidor”, salientou Irineo.

 

Durante o encontro, seis vinícolas receberam do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) os registros oficiais para viabilizar e colocar os produtos no mercado.

 

 

Visita técnica às vinícolas

Do plantio das uvas até o vinho chegar às taças, existe um grande número de processos que devem ser realizados com cuidado para garantir uma bebida de qualidade. As etapas mais importantes na produção de vinho são a plantação das uvas, o processo de controle de qualidade, a fermentação da bebida e o engarrafamento.

 

Os participantes tiveram a oportunidade de visitar algumas vinícolas de Santa Teresa. Eles passaram pelas Vinícolas Braum, Cantina Mattielo, Ziviani, Rasseli e Romanha. (*Fonte: AssCom Incaper)

 

 

Comentários


Edições


Confira todas as edições

28 3553-2333

28 99976-1113

jornalismo@safraes.com.br

 

Av. Espírito Santo, 69 - 2º Pavimento - CEP: 29.560-000 - Guaçui - ES

© Revista Safra. Todos os direitos reservados.

 

 

Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.