Home Notícias Apicultura

04.12.2018


Casa do Mel de Viana fortalece a apicultura no município

 

 

(*Fotos: AssCom Incaper)

 

A manhã da última quinta-feira (29) foi um marco para a agricultura familiar vianense e para a cadeia produtiva do mel: foi inaugurada a “Casa do Mel” da Associação Vianense de Apicultores (Aviapes), localizada na Fazenda Experimental Engenheiro Reginaldo Conde, do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), em Jucuruaba, Viana.

 

Em um momento de entrosamento entre produtores rurais, lideranças, entidades públicas e privadas ligadas à cadeia produtiva do mel, o evento contou com mais de 200 pessoas.

 

De acordo com o presidente da Aviapes, Maurílio Brandão, a associação é composta por 20 associados distribuídos em oito comunidades do município, que trabalham com abelhas africanizadas do gênero Apis. Com 175m² o espaço será ocupado para o beneficiamento, desoperculação, centrifugação, envase e Certificação Sanitária do Mel.

 

 

A Aviapes produz, por ano, aproximadamente 20 toneladas de mel, que são comercializadas no município. A Casa do Mel é o primeiro estabelecimento de Viana registrado no Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M).

 

Segundo o chefe local da Fazenda do Incaper em Jucuruaba, Afonso Carlos Valentim, esse é um patrimônio com o qual os apicultores de Viana sonhavam há muitos anos. “Isso é exemplo de diversificação e agregação de valor para os nossos produtores rurais. O nosso mel é legalizado e hoje ultrapassa fronteiras, levando em consideração toda a sua qualidade”, destacou.

 

 

Para a diretora-presidente do Incaper, Nara Esthefania Tedesco, a inauguração da Casa do Mel é fruto de um esforço conjunto. “A apicultura agora pode contar com um reforço a mais no quesito qualidade com a inauguração dessa nova estrutura. Temos a premissa de entregar aos produtores rurais mais um espaço testado e aprovado".

 

O gerente de Agroindústria de Pequeno Porte (Geapp) do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), Anderson Teixeira Batista, lembrou que o órgão continuará a acompanhar os trabalhos da associação para, o mais breve possível, fazer o reconhecimento do município no Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte (Susaf), para que o mel seja comercializado em todo o Espírito Santo.

 

Na ocasião, produtores rurais e lideranças receberam kits com produtos da apicultura e o Incaper homenageou apicultores do Estado, com a entrega de ipês-amarelos e jequitibás-rosas – flor símbolo do Espírito Santo – além de mudas nativas da Fazenda de Jucuruaba e sementes do “milho 203”, variedade produzida pelo Incaper pensando nos agricultores familiares.

 

 

Um dos homenageados foi o produtor rural e ex-presidente da Aviapes João Policarpo. “Estou há mais de 12 anos nessa luta também. Agradeço aos que nos apoiaram a preparar o primeiro pedacinho de terra. A nossa casa será reconhecida e comentada por todo o Brasil e no exterior. É bonito ver uma casa bem-feita, com equipamentos de qualidade e um povo que acredita”.

 

 “As entregas dos equipamentos que fizemos, junto à integração da pesquisa e da extensão rural, trarão potenciais resultados para a apicultura de Viana. Nada disso seria possível sem todos os parceiros: produtores rurais, Incaper, Idaf, Real Café e todas as demais lideranças aqui presentes”, lembrou o prefeito de Viana, Gilson Daniel.

 

O produtor rural da Aviapes Francisco Agner fez um apelo para todos os apicultores e membros da associação: “O mel é considerado, em termos comerciais, um subproduto da abelha e atualmente 77% de tudo o que comemos depende das abelhas, a partir da polinização. Mas a apicultura vai muito além da produção de mel. Nós temos uma gama de possibilidades para explorar esse produto, junto aos órgãos competentes e que movimentam o comércio local. Vale lembrar dos muitos espaços que temos, em sintonia com o setor público e privado, para explorarmos a educação ambiental e contribuirmos com a preservação de florestas, uma vez que as abelhas fazem a fecundação de flores e, não havendo isso, não há sementes ou frutos”.

 

Após a inauguração oficial, a Casa do Mel já está em funcionamento. (*Fonte: AssCom Incaper)

 

Comentários


Edições


Confira todas as edições

28 3553-2333

28 99976-1113

jornalismo@safraes.com.br

 

Av. Espírito Santo, 69 - 2º Pavimento - CEP: 29.560-000 - Guaçui - ES

© Revista Safra. Todos os direitos reservados.

 

 

Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.