Qua, 20 de Jan
×

Busca

SENAR OUTUBRO TOPO

Agricultura


Como comprar, conservar e consumir pimenta-de-cheiro

Por Embrapa
9/12/2020 10h13
Atualizado em 16/12/2020 22h03

Pimenta de Cheiro kg – Maçã de Mel

O nome pimenta-de-cheiro é aplicado a diferentes pimentas que têm em comum o aroma acentuado, mas que diferem quanto ao formato, tamanho e picância dos frutos. Essas pimentas foram domesticadas pelos indígenas amazônicos. Neste folheto será apresentada a pimenta-de-cheiro com baixa ardência, muito apreciada nas regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil.

Como comprar

A pimenta-de-cheiro apresenta frutos com reentrâncias e tamanho médio de 6 cm de comprimento por 3 cm de largura. A polpa é bem fina e o fruto, oco por dentro, tem poucas sementes. O fruto é comercializado imaturo, quando apresenta cor verde-claro.

Quando amadurece, torna-se laranja-claro, amarelo ou vermelho. É frequente encontrar no mercado frutos “de vez” misturados aos frutos verdes. Os frutos verdes são mais crocantes e firmes, duram mais e são mais aromáticos que os maduros.

Escolha pimentas de casca brilhante, com cabinho de coloração esverdeada, sem áreas podres e sem machucados. Frutos sem cabinho podem ser consumidos, mas duram menos.

A pungência da pimenta-de-cheiro é considerada baixa, variando de 200 a 1.000 SHU – Unidades de Calor Scoville. No mercado brasileiro, essas pimentas são comercializadas a granel ou embaladas em bandeja de isopor com filme de plástico.

Como conservar

Em ambiente, por poucos dias Quando mantidas em condição ambiente, as pimentas murcham rapidamente. Por isso, mantenha-as na parte mais baixa da geladeira, devidamente acondicionadas em vasilha tampada ou em saco de plástico. De preferência, lave os frutos somente antes de utilizá-los.

Quando comprar as pimentas embaladas, examine-as antes de refrigerá-las e elimine frutos com início de podridão, evitando assim que eles contaminem os frutos sadios.

Você pode congelar as pimentas, lembrando-se que elas mantêm o sabor, mas perdem a crocância quando descongeladas. Nesse caso, elas poderão ser usadas em pratos cozidos. Congele os frutos inteiros ou picados diretamente após lavá-los em água corrente e secá-los.

Como consumir

Use em pratos com carne e arroz. O consumo da pimenta-de-cheiro é principalmente de fruto fresco. Ela agrega sabor e aroma sem tornar o prato picante. No Norte do Brasil, essa pimenta é muito usada no preparo de peixes, enquanto no Centro-Oeste não pode faltar no empadão goiano e nas pamonhas salgadas. Em qualquer região do Brasil, ela pode substituir o pimentão no preparo de pratos quentes e frios ou agregar seu sabor e aroma únicos em pratos diversos, como carnes, risotos, sopas, pizzas, tortas salgadas e saladas.

Como seu aroma é muito pronunciado, acrescente a pimenta-decheiro aos poucos até atingir um equilíbrio, evitando assim que ela se sobreponha a todos os demais ingredientes. “Ají dulce”, “ají catucha”, “ají gustoso” são pimentas semelhantes à nossa pimenta-de-cheiro, muito apreciadas em vários países latino-americanos.

Elas são usadas na elaboração do “sofrito”, um refogado que serve como base para o preparo de diversos pratos. Os ingredientes básicos para elaboração do ‘sofrito ‘são: pimenta, pimentão, cebola, alho e coentro, mas inúmeras variações podem ser encontradas com a adição de outros temperos.

Dicas

Pimentas com grau de ardência semelhante: cambuci e biquinho. Adicione pimenta-de-cheiro fresca e fatiada na cobertura de pizza calabresa. Dê um toque especial ao recheio da empada de frango acrescentando pimenta-de-cheiro.

Como fazer: salada colorida com pimenta-de-cheiro

Ingredientes

• 2 pimentas-de-cheiro (1 picada em pedaços bem miúdos e 1 picada em rodelas finas)

• 2 latas de milho-verde

• 3 pacotinhos de tomate Uva ou Cereja

• 4 minipepinos ou 2 pepinos do tipo japonês cortados em rodelas

• 1 medida de vinagre balsâmico

• 3 medidas de azeite

• Sal a gosto

• Salsinha picada a gosto

Modo de fazer

1. Misture todos os ingredientes, à exceção da pimenta cortada em rodelas.

2. Ajuste o tempero.

3. Decore com rodelas de pimentas.

Sugestão

Experimente essa pimenta em saladas com folhosas.

Como fazer: arroz à moda mexicana

Ingredientes

• 1 xícara de arroz

• 1 xícara de passata de tomate ou 2 colheres (sopa) de extrato de tomate diluído em 1 xícara de água

• 3 pimentas-de-cheiro

• 1 cebola pequena picada

• Sal e alho a gosto

• Cheiro-verde para decorar

• Azeite ou outro óleo vegetal

• Água fervente

Modo de fazer

1. Refogue a cebola no azeite. Quando ela ficar translúcida, acrescente o alho e refogue por um minuto a dois minutos, com cuidado para não queimar o alho.

2. Acrescente o arroz, a passata e a pimenta. Misture.

3. Adicione a água. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo médio.

4. Se necessário, acrescente mais água para completar o cozimento.

Sugestões

Você pode usar qualquer tipo de arroz nessa preparação: branco, parbolizado ou integral. Para uma versão asiática dessa receita, utilize o arroz preto. Nesse caso, sem a adição de passata de tomate.

Cartilha completa aqui.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2021. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web