Qua, 12 de Mai
×

Busca

PREFEITURA DE CACHOEIRO 12 E 13 IPTU

CONEXÃO SAFRA LINHARES


A locomotiva do agro capixaba

Recursos naturais, informação, tecnologia e muito trabalho, são alguns dos recursos que colocam Linhares no topo do ranking de produção de várias culturas e fazem o município se destacar no cenário agro, dentro e fora do Estado

Por Rosimeri Ronquetti
15/09/2020 15h37
Atualizado em 15/09/2020 17h03

*Fotos: Divulgação

Linhares figura entre os principais produtores agrícolas do Espírito Santo. No município destacam-se culturas tradicionais como cacau, que faz parte da história e do desenvolvimento econômico da cidade, e outras nem tão tradicionais assim, a exemplo do coco e a banana, mas que já despontam no cenário municipal. Tanta diversidade faz de Linhares um polo do agronegócio em pleno desenvolvimento.

Dados de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que Linhares tem 2.341 propriedades rurais e uma área rural total de 3.504 km². O município é o primeiro produtor de café conilon, cacau e tilápia do Estado. Além disso, é o segundo colocado em produção de mamão e o terceiro de banana.

Presidente do Sindicato Rural de Linhares, Antonio Roberte Bourguignon tem sua justificativa para a variedade de culturas. “Linhares é um município com vários fatores que propiciam essa diversidade. Entre eles, as condições topográficas, água em abundância e solos ricos. Temos também empresários rurais com uma visão bastante empreendedora e que pensam lá na frente. Desde o início do preparo do solo até a gôndola dos supermercados. Outro fator que não podemos esquecer é que a instabilidade do preço do café, em algumas ocasiões bem próximo do custo de produção, fez muitos produtores migrarem para outras áreas de cultivo”, destaca Bourguignon.

Produtor rural no Córrego Farias há mais de 30 anos, José Roberto Guasti (foto abaixo) é um exemplo do que Antonio fala sobre diversificação de culturas. Há aproximadamente 20 anos, Guasti trabalha com várias culturas, entre elas, café, cacau, coco, seringueira e acerola. “Essa diversificação só é possível porque Linhares é um município que dá condições para explorar várias atividades, tanto em questões de clima e solo, quanto em oferta de água. Aqui realmente temos muitas possibilidades, e isso é muito bom. Depender apenas de uma produtividade é muito arriscado”, explica o produtor, que também explora o potencial da propriedade, localizada às margens da Lagoa Durão, para o agroturismo há cerca de 20 anos.

O prefeito de Linhares, Guerino Zanon, diz que Linhares é uma gigante do agronegócio e tem o setor agrícola como referência para qualquer lugar do Brasil.

“Desde o início de 2017 é possível fazer uma reflexão do que já se conseguiu, com os avanços tecnológicos, troca de experiências e o fortalecimento do setor. Temos que plantar e, para plantar, é preciso fazer investimentos, correr riscos e ter infraestrutura e ousadia. São ações que protegerão o emprego e ajudarão no desenvolvimento sustentável do município”, destacou Guerino.

O prefeito também pontua algumas ações que ajudaram nesse desenvolvimento, entre elas: criação de concursos para aprimorar a qualidade dos grãos de café e das amêndoas de cacau, renovação da lavoura cacaueira, construção de barragens e caixas secas, fortalecendo a capacidade hídrica das regiões do interior, melhorias em infraestrutura para promover qualidade de vida no meio rural, foco na qualificação dos jovens produtores e a desburocratização de licenciamentos para fomentar as agroindústrias de produtos de origem animal e torná-los competitivos no mercado.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2021. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web