Dom, 15 de Set
×

Busca

safra es

Cooperativismo


4 de setembro de 2019: 47 anos da OCB/ES

Por Assessoria de Comunicação OCB/ES
4/09/2019 18h57
Atualizado em 11/09/2019 18h07

Representar o cooperativismo no Estado do Espírito Santo há 47 anos é participar ativamente da evolução do único setor que consegue promover o desenvolvimento econômico e o bem-estar social simultaneamente. É acompanhar e assessorar de perto o crescimento de instituições que há menos de 50 anos não tinham porcentagens relevantes na economia capixaba e hoje representam 4,4 % do PIB estadual. Ser o Sistema OCB/ES é motivo de orgulho e celebração. Só temos motivos para comemorar!!!

História do cooperativismo no ES
A criação da OCB/ES aconteceu em decorrência do crescimento do número de cooperativas na década de 70. Assim, em 04 de setembro de 1972, foi constituída a OCB/ES - Organização das Cooperativas do Estado do Espírito Santo com o objetivo de realizar estudos, promover a divulgação do sistema cooperativista, criar novas cooperativas, dar assessoria técnica, manter a integração com outros órgãos do cooperativismo e representar o Sistema perante as autoridades de uma forma genérica.

A OCB/ES foi constituída nessa data, há exatos 47 anos, conforme Edital de Convocação, publicado no Jornal a Gazeta de 23/08/1972, no auditório da Secretaria de Agricultura, Forte de São João, Vitoria. Na assembleia compareceram 36 (trinta e seis) representantes de cooperativas, sendo: ramo agropecuário 27; ramo crédito 2; ramo habitacional 4 e ramo Consumo 3, confira:

1-Auler Ludolf Thomé - Cooperativa Laticínios Guaçuí
2-Anael Ribeiro Soares - Cooperativa Agrária de Muniz Freire
3-Dalmácio Espíndula - Cooperativa Avícola de Santa Maria de Jetibá
4-Aldevi Morais Caiado - Farmácia dos Lavradores do Vale Secuza Cooperativa Ltda
5-Joaquim Perciano de Oliveira - Cooperativa Laticínios de Mimoso do Sul
6-Antonio Pedruzzi - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Marilândia
7-Francisco Vervoloet Sampaio - Cooperativa de Laticínios de Colatina
8-Erineu Pinto Barcellos - Cooperativa Agrária de Colatina
9-Archangelo Lorenzoni - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de São Gabriel
10-Crispiniano Cerutti - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Jaguaré
11-Salime Tanure - Cooperativa Agrícola dos Fornecedores de Cana de Itapemirim
12-Agenor Selin - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Vinhático
13-Quintiliano Martinelli - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Itarana
14-Máximo Zandonadi - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Venda Nova
15-Cassimiro Alves Ramos - Cooperativa Habitacional Intersindical dos Trabalhadores de Colatina
16-Pablo Taumang - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Escelsa
17-Estevão Seraco - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Jaciguá
18-Ilias Fernandes Cardoso Santos - Cooperativa Habitacional dos Trabalhadores da Grande Vitória
19-Eloir Carvalhinho - Cooperativa de Consumo dos Funcionários do Banco do Brasil no Espírito Santo
20-Stepherson Holz - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Baixo Guandú
21-Aldemar Ribeiro Vidal - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Colaboradores da Companhia Vale do Rio Doce
22-Roberto Sechiam - Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves
23-Antonio Baptista Ponches - Cooperativa Agrária do Vale do Itabapoana
24-José Carlos Bustamante de Carvalho - Cooperativa de Laticínios de Itapemirim
25-Aroldo Izidro Barcellos - Cooperativa de Consumo dos Servidores Municipais de Vitória
26-Eloy Fornazier - Cooperativa de Laticínios de Cachoeiro de Itapemirim
27-Argenário Theodoro dos Santos - Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Afonso Cláudio
28-Gilson da Silva Amorim - Cooperativa Habitacional dos Servidores Civis do Estado do Espírito Santo
29-Otavio Ayres de Farias - Cooperativa de Laticínios de Nova Venécia
30-Augusto Folador - Cooperativa Agrária Mista de Guaraná
31-Nicolau Mathias Henrique e Frederico Schwanz - Cooperativa Agrária de Cafeicultores de Bananal
32-Célio Gea Benitez - Cooperativa de Consumo dos Servidores Públicos de Vitória
33-Francisco F. Andrade Neto - Cooperativa Agropecuária Mista de Guarapari
34-David Martinho Zanotti - Cooperativa de Produtores de Leite de Itaguaçu
35-Luiz dos Santos Neves - Cooperativa Habitacional dos Trabalhadores de Cachoeiro de Itapemirim
36-José Antonio Bonfar - Cooperativa Habitacional dos Bancários de Vitória

Selita, uma das dez primeiras cooperativas capixabas. (*Fotos: Divulgação)

Saiba também quais foram as dez primeiras cooperativas fundadas no Estado:

1- Cooperativa de Laticínios de Cachoeiro de Itapemirim Ltda.
Fundada em 22/10/1938.
Situação : Ativa
2- Cooperativa Agrária Vale do Itabapoana Ltda - CAVIL.
Fundada em 11/01/1948.
Situação : Ativa
3- Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Marilândia Ltda.
Fundada em 21/02/1948.
Situação : Extinta
4- Cooperativa Leiteira de Vitória Ltda - COLEITEVIL.
Fundada em 29/12/1948.
Situação : Extinta
5- Cooperativa de Consumo dos Servidores Públicos de Vitória.
Fundada em 23/03/1950.
Situação : Extinta
6- Cooperativa de Consumo dos Servidores da Secretaria de Estado da Agricultura e Entidades Vinculadas Ltda.
Fundada em 03/09/1950.
Situação : Extinta
7- Cooperativa Agrária dos Cafeicultores de Jaciguá Ltda.
Fundada em 20/01/1952.
Situação : Ativa
8- Cooperativa Agropecuária do Norte do Espírito Santo Ltda - COOPNORTE.
Fundada em 30/04/1953.
Situação : Incorporada
9- Cooperativa de Laticínios de Mimoso do Sul Ltda.
Fundada em 24/01/1954.
Situação : Ativa
10- Cooperativa de Laticínios de Guaçuí Ltda. COLAGUA.
Fundada em 25/02/1958.
Situação: Ativa

Lembrando que antes dessa assembleia, em 24/08/1972 foi realizado no CALIR- Centro de Aperfeiçoamento do Líder Rural/Viana, outra AGE, para discutir a viabilidade da formação de um grupo de trabalho para elaboração dos estatutos, assim composto: Roberto Marques Guarçoni e Degmar Carvalho Fagundes, Sec. Agricultura; Ailton Vargas de Souza, Ailson Vargas de Souza e Marcio Perim dos Santos/Acares; Getulio Calmon, do INCRA.

Além do secretário de Agricultura, Ivan Belfort Shalders, também tiveram presentes outras lideranças cooperativistas como: Arizio Varejão Passos Costa, que fez parte da mesa representando o ramo habitacional; Carlos Alberto de Casto David, do INCRA, órgão na ocasião responsável pelo fomento e fiscalização das cooperativas (exceto ramo crédito).

Na época foi organizada também uma comissão de constituição composta por: Auler Ludolf Thomé (Laticinios de Guaçui); Ilias Fernandes Cardoso dos Santos (Hab. Trabalhadores Grande Vitoria); Aldemar Vidal (Cretovale); Stepherson Holz (Agrária de Baixo Guandu) e Eloir Carvalhinho (Consumo dos Func. Banco Brasil). Os trabalhos foram coordenados tecnicamente por Roberto Marques Guarçoni , Tec. Cooperativismo da Sec. Agricultura, e Ailton Vargas de Souza, assessor de cooperativismo da Acares.

O Eng. Agrônomo Ailton Vargas de Souza, posteriormente superintendente e presidente da Organização, foi quem secretariou a assembleia de constituição. A primeira diretoria executiva foi composta por sete diretores: presidente José Carlos Bustamante (Laticínios da Safra); vice-presidente, Auler Ludolf Thomé (Lat. Guaçui); diretor Financeiro, Ary Lopes Ferreira (Cons. func. Banco do Brasil); diretor-secretário, Adelmar Ribeiro Vidal (Cretovale); diretor de Promoção e Integração, Eloy Formazier (Lat. Selita); diretores adjuntos, Quintiliano Martinelli (Agrária de Itarana) e Stpherson Holz (Agrária de Baixo Guandú). Coselho fiscal efetivo: Ilias Fernandes Cardoso dos Santos (Habitacional); Erineu Pinto Barcellos (Agrária de Colatina) e Walter Alves. Suplentes: Máximo Zondonadi (Agrária Cafec. Venda Nova); Vitalino Saither (Agrária Cafeic. Afonso Claúdio) e Rubens Rangel Filho (Lat. Colatina).

Por deferência do Sec. de Agricultura, foi concedida uma sala para instalação inicial da OCEES, que logo mudou-se para Av. Jeronimo Monteiro e em seguida para o nono andar do Ed. Martinho de Freitas em sala concedida pelo INCRA, e finalmente na administração de Mario Casotti Filho, em 1982, conseguiu por financiamento junto ao BNCC, sua sede própria no Ed. Renata, em Vitoria.

Mas o crescimento dos serviços prestados aumentava e junto crescia também o número de funcionários e consequentemente o de Cooperativas registradas. Foi preciso então sair daquele espaço e alçar novos voos, dessa vez na Casa do Cooperativismo, em Bento Ferreira, “casa” que abrigava o Sistema de 2006 até poucos dias atrás.

O espaço que atendia as Cooperativas do ES anteriormente, com seus 280 m², agora possui uma estrutura de 900 m², feita especialmente para receber Cooperativas e parceiros em um lugar moderno e confortável.

Situado à Av. Nossa Senhora da Penha, nº 1477, bairro Santa Lúcia, em Vitória, o novo espaço traz para as Cooperativas Capixabas registradas no Sistema, um espaço amplo e capaz de atender dezenas de pessoas ao mesmo tempo.

Com 30 vagas de estacionamento exclusivas para os carros do Sistema e visitantes, a nova Casa do Cooperativismo Capixaba possui um auditório com capacidade para 120 pessoas, equipado com o que há de mais alta tecnologia no estado. O auditório também tem possibilidade de se transformar em três auditórios menores, com capacidade para 40 pessoas cada; além de uma sala denominada “Espaço Cooperativo” de uso exclusivo dos Presidentes, Dirigentes e empregados das cooperativas; e ainda três salas de reuniões.

A relevância do cooperativismo capixaba hoje

O ES possui hoje 127 cooperativas registradas no Sistema OCB/ES, instaladas de norte a sul do Estado. São cooperativas de dez ramos diferentes:
-Agropecuário
-Consumo
-Crédito
-Educação
- Mineral
-Produção
-Saúde
-Transporte
-Trabalho
-Habitacional

Ao todo, o Estado possui aproximadamente 444 mil cooperados e as cooperativas geram aproximadamente 8 mil empregos diretos.

São mais de 1 milhão de pessoas envolvidas com o cooperativismo no Estado, quando contamos que cada cooperado possui família e essas famílias também estão diretamente ligadas ao setor.

Mais dados:

EMPREGOS: Diretos formais/celetistas: 7.946
REPRESENTATIVIDADE NO PIB CAPIXABA: 4,4% em 2018
TOTAL DE COOPERADOS: 444.147 cooperados, ou seja, 1 a cada 9 capixabas são associados a uma cooperativa.
COOPERATIVAS REGISTRADAS NO SISTEMA OCB/ES: 127 Cooperativas, sendo: AGROPECUÁRIO: 28 Cooperativas CONSUMO: 2 Cooperativas CRÉDITO: 25 Cooperativas EDUCACIONAL: 9 Cooperativas HABITACIONAL: 2 Cooperativas PRODUÇÃO: 1 Cooperativa SAÚDE: 17 Cooperativas TRABALHO: 9 Cooperativas TRANSPORTE: 33 Cooperativas MINERAL: 1 Cooperativa
TOTAL DE INGRESSOS R$ 5.133.618.524,00
SOBRAS A DISPOSIÇÃO DA AGO R$ 296.939.335,00
PATRIMÔNIO LÍQUIDO R$ 2.686.761.492,00
CAPITAL SOCIAL R$ 1.484.388.167,00
INVESTIMENTOS R$ 358.443.768,00
ATIVOS R$ 12.374.216.269,00
IMPOSTOS PROVISIONADOS R$ 8.412.414.991,00

Curiosidades
- Estamos presentes nos 78 municípios capixabas;
- 60% do leite coletado e industrializado no ES é através das cooperativas;
- 55% do transporte escolar das escolas públicas é realizado via cooperativas, que são responsáveis por dia pelo transporte de 74.893 alunos das Redes Públicas Estadual e Municipais;
- A maior Cooperativa de café conilon do mundo é do ES;
- 70% do atendimento de urgência e emergência nos hospitais públicos e filantrópicos do ES é realizado por médicos cooperados das cooperativas capixabas.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web