Sex, 19 de Jul
×

Busca

Cooperativismo


Mais de R$ 10 milhões em negócios na Feira da Coopeavi em Nova Venécia

Por Assessoria de Imprensa
10/07/2019 14h26
Atualizado em 18/07/2019 15h58

Fotos: Diego Feitosa/AssCom Coopeavi

A Feira da Coopeavi- Edição Conilon e Pecuária, realizada nos dias 05 e 06 de julho, no Parque de Exposições de Nova Venécia, no noroeste capixaba, já é considerada sucesso logo em sua primeira edição. Segundo os organizadores, mais de R$ 10 milhões em negócios foram realizados durante os dois dias do evento aberto a cooperados e não-cooperados da região.

Os números apurados até agora são relativos à venda de novilhas, adubo, rações e Operações Barter. Nestas operações, os cafeicultores negociam o pagamento do insumo adquirido na Feira com a entrega dos grãos na pós-colheita, sem intermediação monetária. Foram “trocadas” 8.000 sacas de café Conilon durante o evento.

O sucesso da primeira Feira da Coopeavi no município-sede da recém-incorporada Veneza também está na participação do público. Foram 1.592 inscritos e um total de 1.836 pessoas presentes nos dois dias de programação, sendo a sexta dedicada à pecuária leiteira e o sábado, ao Conilon.

Ainda no segundo dia, até as 16h, os negócios já tinham girado em torno de R$ 5 milhões, incluindo a venda de 80% das novilhas. No balanço total do setor pecuário, foram comercializadas 28 novilhas e três touros da Fazenda Experimental Veneza (Faeve) e nove touros da Feira Pró-Genética.

Organizado pela Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), a Feira Pró-Genética foi uma ótima oportunidade para produtores investirem em melhor produtividade do rebanho.

Na ocasião, foram disponibilizados touros Puro de Origem (PO) e com Registro Genealógico Definitivo (RGD), Exame Andrológico (garantindo animais férteis e prontos para cobertura) e Exames Sanitário (Teste de Brucelose e Tuberculose). Os animais expostos eram de diversas raças e idade de até 42 meses.

Palestras

O evento teve início na sexta (06) com o 3º Seminário de Pecuária de Leite do Norte e Noroeste do Espírito Santo. Os temas da pauta do dia foram: Cooperativismo, “Impacto da qualidade do leite para seu negócio”, a evolução da atividade leiteira pela consultoria técnica, irrigação em piquetes rotacionados e controle eficaz da cochonilha da roseta.

Os pecuaristas também puderam conferir a exposição de animais da recria da Fazenda Experimental Veneza (Faeve). De acordo com o diretor para assuntos lácteos da Coopeavi, Erik Pagung, estiveram presentes os exemplares com perfil mais apurado em genética voltada para a atividade leiteira.

“O evento nos trouxe oportunidade de criar identidade dos produtores com a cooperativa e seus parceiros. As novilhas da Faeve foram todas comercializadas, algo que nos surpreendeu. Já os cursos e palestras proporcionaram aos participantes conhecimentos das novas tendências do agronegócio”, avaliou Pagung.

Já o sábado (07) foi dedicado à cafeicultura. Fertilidade do solo para altas produtividades, mitos e verdades nos sistemas de filtragens, “Como ser mais eficiente na fertirrigação?”, acúmulo de massas e nutrientes do café Conilon e uso de ferramentas para recomendações foram as temáticas do dia.

O cafeicultor Júnior Dalmásio participou de três palestras. “Em todas aprendi algo novo. A capacitação é muito importante para acompanharmos a evolução da tecnologia. Não adianta investirmos se não soubermos como aplicar na prática. Aproveitei para conhecer novidades do mercado e também fiz alguns negócios”, disse.

Degustação

Durante a Feira da Coopeavi em Nova Venécia, além de acessar condições especiais para adquirir produtos e serviços com a equipe da Coopeavi e parceiros, os cooperados tiveram a oportunidade de degustar e comprar os cafés e produtos lácteos da cooperativa.

A cafeteria da unidade de cafés da Coopeavi, a Pronova, serviu ao público 1.500 cafezinhos e comercializou 30 pacotes de cafés especiais.

Além disso, os participantes se deliciaram com os produtos da marca Veneza. Foram servidos na ocasião 116 kg de iogurte, 60 litros de leite, 19 kg de doce de leite e 40 kg de queijo.

A Feira da Coopeavi na cidade tem um significado especial para a cooperativa. Em fevereiro deste ano, a Coopeavi incorporou a Veneza, com 66 anos de tradição, passando a atuar também no ramo de laticínios. Para a diretoria, a realização da feira de negócios veio para consolidar a chegada da cooperativa na região, onde o agronegócio é setor de extrema importância para a economia local e seus associados.

Para o presidente da Coopeavi, Denilson Potratz, a Feira foi fundamental para ampliar a atuação da cooperativa na região. “O resultado foi muito positivo, acima da expectativa, com números expressivos em relação a negócios. Vamos fazer um balanço para melhorar ainda mais no próximo ano. Talvez abriremos para outras culturas, já que temos bastante produtores de frutas e de pimenta do reino na região”, destacou.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web