Qua, 23 de Set
×

Busca

COOABRIEL

Crise Hídrica


Captação de água para irrigação volta a ser proibida durante o dia no ES

O Governo do Espírito Santo informou, na última semana, que a ausência de chuvas nos últimos 20 dias vem causando a redução das vazões dos principais rios capixabas

Por Redação SafraES
17/01/2017 0h00

O Governo do Espírito Santo informou, na última semana, que a ausência de chuvas nos últimos 20 dias vem causando a redução das vazões dos principais rios capixabas que novamente atingiram níveis críticos, principalmente nas regiões Norte e Noroeste, pondo em risco o abastecimento humano. A vazão do Rio Jucu, que abastece os municípios de Vila Velha e Viana, além da região que compreende a Ilha de Vitória e parte do município de Cariacica, tem caído de forma muito rápida nos últimos dias. Diante desse cenário, sem chuvas previstas, o rodízio no abastecimento de água para estes municípios pode retornar. O Comitê Hídrico do Governo, formado por várias secretarias e órgãos, monitora a situação e as tomadas de decisão.



A Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) vai publicar resolução reestabelecendo o Cenário de Alerta em todo o Estado, definindo regras específicas de uso de água e recomendando uma série de ações por parte da população, dos produtores rurais, dos serviços de abastecimento, das prefeituras, dos órgãos de licenciamento ambiental e das indústrias.



Irrigação


A captação de água para fins que não sejam o abastecimento humano está proibida em todo o Estado durante o dia, das 5 às 18 horas. A captação para irrigação ou produção industrial, por exemplo, somente poderá ser realizada no período noturno.


A Resolução 049/2017 também prevê uma série de recomendações aos diversos setores da sociedade. “É preciso ter cautela e continuar com a adoção de práticas de uso racional da água no campo e na cidade. Todos os esforços empreendidos na mudança de comportamento da população durante a estiagem e que resultaram em uma importante economia de água devem ser resgatados”, salientou o diretor-presidente em exercício da Agerh, Antônio de Oliveira Junior.



Investimentos


No Rio Jucu, a Cesan já elabora o projeto básico para construção de uma represa que irá armazenar 21 bilhões de litros de água, que será capaz de garantir o abastecimento por quatro meses sem chuvas. Os estudos para esse projeto, que estavam programados para iniciar em 2020, foram antecipados para 2016. O investimento no projeto básico é de R$ 480 mil.



Outra medida de curto prazo é a construção do Sistema de Abastecimento de Água de Reis Magos, no município de Serra, que está com 80% das obras concluídas. A Cesan e a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) firmaram um convênio para a elaboração de seis novos projetos de barragens de médio porte. Com o convênio, a Cesan vai repassar R$ 1 milhão para que a Seag realize a licitação para elaborar os estudos e projetos básicos necessários para contratar as obras de construção das barragens.



A prioridade dos empreendimentos é para o abastecimento humano, mas os reservatórios também podem ser utilizados para outros fins, como geração de energia, irrigação e contenção de enchentes. Os municípios beneficiados serão Alto Rio Novo, Vila Pavão, duas em São Paulino do Aracê (Distrito de Domingos Martins), Ecoporanga, Barra de São Francisco e São Roque do Canaã, totalizando sete barragens. Ao todo, a Seag vai construir 60 reservatórios de água no interior do Estado até 2018, sendo 34 de usos múltiplos de médio porte e 26 barragens de uso coletivo, num investimento total de R$ 90 milhões.



Chuvas e temperaturas para o ES


Segundo a equipe do Sistema de Informações Meteorológicas do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), o ano de 2016 foi encerrado com chuva abaixo da média na metade Norte do Estado e chuva dentro do normal as demais regiões do Espírito Santo.



No que se referem às perspectivas, no mês de janeiro, em geral, os municípios da Região Sul e Serrana terão chuvas próximo ao normal. Nas demais regiões do Estado, haverá chuvas ligeiramente abaixo do normal. Em relação à temperatura, será acima do normal em todas as regiões. As temperaturas ficarão acima da média em fevereiro e março e as chuvas tendem a ficar próximas do normal apenas no mês de março.

Fonte: https://www.cafepoint.com.br


Comentários Facebook

Entre em contato


28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2020. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web