Seg, 18 de Nov
×

Busca

governo - banestes

Dia de campo


Dia de campo em Marechal Floriano discute café arábica do plantio à xícara

Por Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper
13/08/2019 22h11

O Dia de Campo sobre Café Arábica em Marechal Floriano contou com a participação de 207 pessoas. (*Fotos: Incaper)

O Dia de Campo sobre café Arábica realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) em Marechal Floriano foi um sucesso de público. O evento realizado na última sexta-feira (09), contou com a participação de 207 pessoas, entre produtores, técnicos, pesquisadores e estudantes.

O extensionista do Incaper de Marechal Floriano, Ubaldino Saraiva, deu as boas-vindas aos participantes e explicou como seria a dinâmica dos trabalhos: o dia de campo foi dividido em 4 estações, cada uma em uma propriedade diferente.

A primeira estação foi na propriedade do cafeicultor João Breda. A esposa dele, Verônica Bremenkamp Breda, e o filho, Jackson Bremenkamp Breda, jovem já engajado na atividade rural, participaram do evento. A família explicou para os participantes como faz o manejo da lavoura desde a implantação.

Na ocasião, o engenheiro agrônomo do Incaper Cesar Abel Krohling falou sobre implantação e renovação de lavouras de café. “Foram vistos na lavoura o sistema de plantio mais adensado, novos espaçamentos e uso de cultivares com tolerância à ferrugem do cafeeiro e com diferentes épocas de maturação dos frutos e, o potencial de qualidade das novas cultivares; além da importância da escolha do local e o planejamento da atividade”, disse Krohling.

Outra estação de trabalho, na propriedade da família Stöckl, abordou os diferentes tipos de poda que o agricultor pode adotar na lavoura de arábica. Fabiano Stöckl, administrador da área agrícola da propriedade, e o extensionista do Incaper de Iúna, Matheus Fonseca de Souza, falaram sobre a poda mais adequada a cada situação, e o manejo conforme o espaçamento.

“No local, os produtores puderam visitar uma área de demonstração dos tipos de poda, que foi implantada no ano passado com a finalidade de demonstrar resultados. Os participantes puderam observar os seguintes tipos de poda: recepa baixa e alta, decote baixo, médio, alto e muito alto e a preparação para a poda programada de ciclo do café arábica (PPCA). Depois, em parceria com empresas agro, foi instalada uma nova área com os mesmos tipos de poda para demonstração de resultados futuros”, explicou Krohling.

Após o almoço, a visita foi na propriedade da Família Douro. Os participantes foram recepcionados pelo cafeicultor Estevão Denizart Douro, sua esposa Maria da Penha Dias Douro e seus filhos Thiago Dias Douro e Denizart Dias Douro, que são referência na produção de cafés de qualidade. Lá, o extensionista do Incaper de Brejetuba, Fabiano Tristão Alixandre, falou sobre os passos da colheita até a pós-colheita para alcançar sucesso para a obtenção de cafés de notas diferenciadas.

“Fabiano Tristão falou sobre o manejo dos equipamentos de via úmida para evitar problemas na separação dos cafés boia e verde e o processo de secagem e armazenamento dos lotes de café. Em seguida foi realizado uma fala pelo professor Edney da UFES de São Mateus sobre o uso do drone na agricultura e a regulamentação do seu uso. Logo depois foi realizada uma demonstração de pulverização com drone na cultura do café de montanhas com o apoio da empresa Bayer”, acrescentou Krohling.

Além de Marechal Floriano, o evento atraiu profissionais dos Escritórios Locais de Desenvolvimento Rural (ELDR) e participantes dos municípios de Domingos Martins, Alfredo Chaves, Afonso Cláudio, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante e Castelo.

No final da programação, os participantes tiveram a oportunidade de realizar uma degustação para análise sensorial dos tipos de café produzidos pela Família Douro, com as devidas orientações técnicas para distingui-los quanto à qualidade de bebida.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web