Sáb, 20 de Abr
×

Busca

Entrevista


Secretário de Agricultura de Linhares fala das ações da pasta no município

Por Redação SafraES
1/04/2019 9h50
Atualizado em 3/04/2019 19h49

Fotos Divulgação

Município que ocupa relevante lugar na economia capixaba, Linhares tem na agricultura um dos seus pilares de desenvolvimento. À frente da pasta, o botafoguense Franco Fiorot, jornalista, 34 anos, casado com Luciana e pai do Pedro, vem realizando um trabalho inovador, voltado ao desenvolvimento e à melhoria das condições de trabalho para o produtor rural linharense.


Nesta entrevista, pontuamos as principais ações da Agricultura de Linhares descritas por Fiorot. É só conferir!

Critérios para a formulação do Plano Municipal Agropecuário de Linhares (Plano Agro Linhares)
A primeira agenda que desenvolvemos, iniciada ainda no período de transição, no final de 2016, foi a elaboração do Plano Agro Linhares. Essa construção, muito dialogada com o prefeito Guerino Zanon e nossa equipe, foi através de estudar e analisar propostas existentes, ouvir e conversar com as entidades representativas de produtores e criar novas iniciativas visando conectar as ações com as demandas do segmento, sempre com foco no desenvolvimento das atividades agropecuárias e com ênfase em políticas públicas que atendam a coletividade, gerando oportunidades ao setor rural. Esse trabalho tem três diretrizes principais: recursos naturais; produtividade e qualidade; e agregação de valor.

Principais desafios da Agricultura no município
O setor agropecuário tem uma grande importância para o município de Linhares assim como para todo o estado e país. Embora seja um município bastante diversificado economicamente, o agronegócio ainda é uma importante fonte de receita e agrega diversos negócios envolvidos com a produção rural. Eu diria que entre os principais desafios está em prover infraestrutura para o interior, possibilitar a diversificação rural e a melhoria na produtividade e qualidade dos produtos e agregar valor à produção.

Principais programas desenvolvidos nesta gestão / Primeiros resultados
O Programa de Conservação de Água e Solo é o principal do Plano Agro. Tem o intuito de melhorar a oferta hídrica na zona rural do município, visando garantir os recursos naturais necessários para a população rural e produção agropecuária. Estamos investindo em ações que possam preparar melhor nosso interior para momentos de déficit hídrico. Assim, em momentos de escassez de chuva, o produtor poderá ter melhores condições para produzir.


Esse trabalho inclui a construção de pequenas barragens que, a partir da seleção de projetos inscritos em edital, devidamente cadastrados e enquadrados nos parâmetros legais, iniciamos a construção de oito barragens com capacidade de armazenar 137 milhões de litros d’água em diferentes regiões do município, beneficiando 40 produtores rurais.

A construção de caixas secas no interior dos imóveis rurais visando a infiltração de água de chuva para o subsolo; perenização das nascentes; retenção de sedimentos sólidos evitando o assoreamento dos mananciais; aumento da vazão de água nas nascentes da microbacia; estradas em melhor estado de conservação, etc. Estamos com quatro frentes de trabalho permanentes de quatro diferentes regiões e já construímos mais de 1.500 caixas secas. A Secretaria de Agricultura iniciou a primeira etapa da quarta frente de trabalho e a estimativa é construir 800 caixas secas.


A proteção de nascentes também está neste programa. Realizamos um movimento, com parcerias, e protegemos, inicialmente, 18 nascentes.


Um calendário anual de recolhimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas na zona rural foi lançado e, em 2018, já recolheu mais de 4.200 embalagens.


Outro programa criado é o de Revitalização da Cultura do Cacau, que visa apoiar a renovação da lavoura cacaueira, principalmente nas pequenas propriedades, de forma a aumentar o retorno financeiro para o produtor e garantir a preservação das áreas remanescentes de mata atlântica. Através de um projeto de lei que cria o referido programa, foi criado também o Fundo de Apoio a Cacauicultura. Serão 60.000 mudas distribuídas em 2019 com valores subsidiados e a contrapartida do produtor irá para o Fundo para reinvestir no segmento. Além disso, criamos o Concurso de Qualidade de Amêndoas de Cacau, inédito no ES, para valorizar e incentivar a busca pela qualidade do produto. A repercussão na cadeia produtiva já é muito interessante.


A Regularização das Agroindústrias também é um projeto do Plano Agro Linhares. Desde o ano passado, a Prefeitura de Linhares tem atuado de forma sistemática e constante na orientação de proprietários de estabelecimentos processadores de produtos de origem animal. Ações de capacitação de servidores do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), reuniões de orientação com proprietários de agroindústrias sobre a importância e os procedimentos de regularização e fiscalizações. Com isso, saímos de 01 para 08 estabelecimentos registrados e temos mais 20 em processos de regularização.


Na Merenda Escolar, através de diálogo constante com as entidades da agricultura familiar e a Secretaria de Educação, conseguimos ampliar os valores investidos nos produtos da agricultura para a alimentação escolar e passamos de 6 para 17 itens ofertados da agricultura, diversificando o cardápio e fomentando novos cultivos no campo.


O Programa Municipal de Qualidade do Café tem por objetivo elevar o padrão de qualidade do café produzido em território linharense e fomentar a produção de cafés especiais. Para isso, realizamos a implantação de Protocolo de boas práticas agrícolas e sustentabilidade em propriedades cafeeiras, realizamos eventos e encontros técnicos com a participação de mais de 700 produtores, o Concurso de Qualidade de Café Conilon (Linhares Coffee) com jurados especializados e a viabilização de uma Unidade de Avaliação Sensorial de Cafés, em parceria com o Incaper e a iniciativa privada para treinamentos.


Estamos em fase de elaboração de um Programa Municipal de Fruticultura que contemplará ações estratégicas para implementar as cadeias produtivas de fruticultura, desde a produção até a comercialização, utilizando-se o conceito de Polos Especializados, considerando as condições climáticas e de relevo, as exigências de cada cultura e a aptidão dos produtores rurais das comunidades de Linhares a serem envolvidas no programa.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web