Sex, 13 de Dez
×

Busca

Eventos


Ruraltur movimentou fim de semana em Venda Nova

Por Redação SafraES
26/11/2019 12h45
Atualizado em 26/11/2019 13h47

Atrações locais também encantaram o público. (*Foto: Carla Caliman/Ascom PMVNI)

A 15ª Feira Nacional de Turismo Rural (Ruraltur 2019) movimentou os setores ligados ao turismo de Venda Nova do Imigrante, do Espírito Santo e de várias partes do Brasil entre os dias 20 e 24 deste mês, no Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, o “Polentão”. Visitas, oportunidades de negócios, entretenimento e muita cultura marcaram os cinco dias do evento.


Dos estandes com artesanato e alimentos até as aulas show e o Polenta Móvel, tudo foi um convite ao turismo como atividade ligada ao entretenimento e geração de renda. O conhecimento, claro, não ficou de fora. As visitas técnicas e troca de experiência também foram um dos pilares da feira.


Quem caminhou entre os estands da Ruraltur fez uma viagem pelo Espírito Santo e por vários Estados brasileiros. A pluralidade cultural e culinária foi desde o biscoito de polvilho chamado xiringa, tradicional em Ibatiba, até o mel de malva colhido no sertão alagoano. Onde mais seria possível ver caminhando, lado a lado, a moça com roupas típicas italianas e o jovem cangaceiro?

Diversidade cultural foi um dos atrativos da Ruraltur. (*Foto: Leandro Fidelis)


A experiência encantou os visitantes e também os expositores. A apicultora alagoana Cícera Alves da Silva conta que aprendeu muito com as visitas às propriedades do agroturismo capixaba e que pretende levar esse conhecimento para outros empreendedores do interior de Alagoas.


“Nessa semana que passamos aqui fazendo visitas técnicas, ganhamos uma riqueza de conhecimento muito grande. Aqui tem muita união entre os produtores. Todo local que visitamos, o agricultor vende o próprio produto e também oferece o do outro. É essa união de esforços que queremos passar para nossos colegas de lá”, comenta a alagoana, que trouxe na mala, além do mel, biscoito de batata doce, pólen e bala de gengibre.


Além das delícias e da cultura, a Ruraltur também foi uma janela para mostrar possibilidades turísticas do Espírito Santo. Segundo a diretora do Departamento de Turismo de Ibatiba, Gesinete Pimentel, os contatos com as empresas de turismo vão abrir portas.


“No stand do Caparaó temos Ibatiba e Dores do Rio Preto. De Ibatiba, trouxemos produtos da agroindústria, artesanato e a folheteria do Circuito Turístico Caminho dos Tropeiros. De Dores do Rio Preto trouxemos produtos da agroindústria. À noite temos moda de viola, com sanfoneiro e violeiro. O tropeiro móvel, que é um sucesso, segue servindo torresmo e linguiça. Participamos da rodada de negócios e vendemos nosso roteiro para agências de turismo que estavam aqui e agora estamos formatando um roteiro específico para eles”, revela. (*Com informações do site Aqui Notícias e Prefeitura de Venda Nova)


 

(*Foto: Leandro Fidelis)

Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web