Qua, 8 de Jul
×

Busca

AGUA LIMPA TOPO

Exportação


Exportação mundial de café totaliza 51 milhões de sacas de 60 kg no período de outubro de 2019 a fevereiro de 2020

Participação dos Cafés do Brasil nas exportações globais corresponde a 32%, Vietnã 22%, Colômbia 12%, Indonésia 6%, e Honduras 4%

Por Embrapa
8/04/2020 19h07

(Foto: *Arquivo Safra ES)

As exportações de café em nível mundial, no mês de fevereiro do corrente ano, totalizaram 11,11 milhões de sacas de 60kg, volume físico ligeiramente superior às 10,83 milhões de sacas registradas no mesmo mês de 2019. Ampliando o período desses dados para o acumulado nas exportações em cinco meses, de outubro de 2019 a fevereiro de 2020, constata-se que as exportações totalizaram 50,97 milhões de sacas, volume que representa um decréscimo de 3,4% em comparação com o mesmo período anterior, cuja soma atingiu 52,78 milhões de sacas. Nesse mesmo comparativo, vale destacar que as exportações dos cafés arábicas diminuíram 7,8%, com 31,86 milhões de sacas, e as dos cafés robustas aumentaram 4,8%, com 19,1 milhões de sacas.

Em relação especificamente aos cafés exportados pelo Brasil, maior produtor, exportador e segundo maior consumidor, em nível mundial, também no mês de fevereiro em foco verifica-se que as vendas ao exterior totalizaram 2,7 milhões de sacas de 60kg, quantitativo que representa uma redução em torno de 24,3%, se comparado com o mesmo mês do ano anterior. E, adicionalmente, estendendo essa análise para o acumulado nos últimos cinco meses citados, constata-se que as exportações brasileiras atingiram 16,19 milhões de sacas, número que também representa uma queda de 13,2%, em comparação com o mesmo período anterior. A despeito dessa queda, esse volume físico exportado pelo Brasil corresponde a 31,8% do mundial.

Neste mesmo contexto, se for estabelecido um ranking dos cinco maiores países exportadores de café, o Vietnã, que é segundo maior produtor, também se destaca como o segundo exportador em nível global, o qual produz exclusivamente a espécie Robusta. No mês de fevereiro em pauta, as exportações vietnamitas registraram um expressivo aumento de 51,4%, com 2,8 milhões de sacas vendidas ao exterior. Entretanto, as exportações do país, no acumulado nos cinco meses em destaque, diminuíram 4,1%, ao totalizarem 11,15 milhões de sacas, montantes que representa 21,9 % das exportações globais.

Na sequência, em terceiro colocado nas vendas aos países consumidores, vem a Colômbia, cujas exportações no mês de fevereiro deste ano diminuíram 13,4%, em relação a fevereiro de 2019, ao somar 1,08 milhão de sacas. E, disso mais, as exportações colombianas, nos mesmos cinco meses em estudo, tiveram redução de apenas 1,6%, com 5,9 milhões de sacas vendidas ao exterior, comparadas com o período anterior. Tal volume de sacas corresponde a 11,6% das exportações em tela.

Estes dados e números referidos anteriormente, assim como os demais que ainda serão citados nesta análise, das exportações de cafés dos principais produtores em nível global foram obtidos do Relatório sobre o mercado de Café – março 2020, da Organização Internacional do Café, o qual está disponível na íntegra no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café coordenado pela Embrapa Café. Cumpre esclarecer que, para a OIC, o ano-cafeeiro compreende o período de outubro a setembro. Daí o fato de esta análise focar nos resultados das exportações dos cinco primeiros meses do ano-cafeeiro.

Conforme consta do Relatório da OIC, na sequência deste ranking dos cinco principais países exportadores de café, vem a Indonésia, que teve um aumento bastante expressivo de 80,2% no mês de fevereiro de 2020, em comparação com fevereiro do ano passado, ao totalizar 876 mil sacas. Além disso, de outubro de 2019 a fevereiro de 2020, o país exportou 2,87 milhões de sacas, volume físico 84,7% acima do mesmo período anterior, o qual corresponde a 5,6% do total das vendas ao exterior no planeta.

Para concluir este cenário da performance das exportações de café dos principais países vendedores, conforme também consta do Relatório sobre o mercado de Café – março 2020, da OIC, em fevereiro do ano corrente, as vendas ao exterior de café de Honduras, o qual figura em quinto lugar no ranking de exportadores, reduziram 2,8%, com o volume de 800 mil sacas embarcadas . Em contrapartida, as exportações do país, nos cinco primeiros meses do ano cafeeiro de 2019-2020, foram calculadas em 2,04 milhões de sacas, número que representa um acréscimo de 1,6%, e configura 4% das exportações mundiais.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2020. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web