Seg, 14 de Out
×

Busca

Exportações


Crescimento de mais de 200% nas exportações de gengibre

Por Leandro Fidelis
24/05/2019 15h46
Atualizado em 31/05/2019 18h38

Foto Divulgação

O Espírito Santo apresentou um crescimento de 253% no ano passado nas exportações de gengibre, atingindo 9.067 toneladas. A receita dobrou, para US$ 10,2 milhões e o Estado respondeu por 59% das exportações do país.

O cultivo está concentrado na região central Serrana do Estado, em altitudes que variam de 500 a 800m, onde a principal atividade é a olericultura. A cultura é desenvolvida por agricultores familiares, predominantemente de origem alemã e pomerana, em áreas de cultivo em torno de 0,7 ha, tendo os municípios de Santa Leopoldina e Santa Maria de Jetibá como maiores produtores.

Em Domingos Martins, nas divisas com Santa Leopoldina, a família Kempim investe na cultura de gengibre na localidade de Alto Galo. A safra vai de junho até meados de dezembro com boas expectativas por conta do aumento das áreas plantadas e manejo correto com resultados em produtividade. Em 2018, os produtores exportaram 45 contêineres de 1.280 kg cada.

O produtor Deolindo Kempim afirma que a produção na região cresce a cada ano, com destaque nos últimos cinco anos. “Tudo ocorre na base da tentativa e erro dos próprios produtores”, diz.

Os Kempim trabalham em parceria com duas empresas de Linhares e uma de Belo Horizonte. O produto tem como mercado Estados Unidos e Europa. O preço da caixa de 13,600 kg, de acordo com o produtor, deve ficar nos atuais R$ 25, considerado favorável neste início de safra.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web