Qua, 11 de Dez
×

Busca

Geral


Incaper completa 63 anos

Por Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper
18/11/2019 14h00
Atualizado em 6/12/2019 11h33

A Palmeira Juçara é a árvore símbolo do aniversário de 63 anos do Incaper.
(Foto: *Assessoria de Imprensa)

No último sábado (16), o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) completou 63 anos. Ao longo desta trajetória, o Incaper já colocou centenas de tecnologias nas mãos dos agricultores familiares do Espírito Santo, oferecendo assistência técnica adequada a cada realidade e possibilitando o acesso a políticas públicas e sociais.

Como parte das comemorações, a Palmeira Juçara foi escolhida para ser símbolo dos 63 anos do Incaper. Nativa da Mata Atlântica, a espécie está ameaçada de extinção. Mas o Incaper atua para resgatá-la. “Uma instrução normativa regulamenta um plano de manejo para o cultivo comercial e extração do fruto. O palmito nos remete à Torta Capixaba, mas hoje o produtor não precisa matar árvore para extrair seus produtos. Há todo um conceito de sustentabilidade envolvido, que casa bem com o foco de atuação do Incaper” explicou Fabiana Ruas, bióloga do Incaper e coordenadora do projeto Biomas – Mata Atlântica.

O passado, o presente e o futuro exprimem o conceito que o Incaper carrega, de maneira a valorizar todas as etapas de sua trajetória: o Instituto resgata aspectos do seu passado que foram fundamentais para a construção de sua essência, mostra-se no presente com a força resiliente de quem supera áridas dificuldades, e planeja o futuro confiante no que possui de mais valioso: os servidores.

Atualmente, mais de 500 profissionais atuam no Incaper, contribuindo para o cumprimento da missão de promover soluções tecnológicas e sociais por meio de ações integradas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural visando o desenvolvimento do Espírito Santo. Estão nas mãos deles as entregas do Incaper aos diferentes públicos: agricultores de base familiar, comunidades tradicionais e pescadores, além de mulheres e jovens rurais.

A sustentabilidade é foco de atuação do Instituto, cuja atuação leva em conta os impactos econômicos, sociais, ambientais e a segurança alimentar. O Incaper incentiva a diversificação das propriedades rurais, com respeito à maneira que o produtor tem de lidar com a terra. Tudo isso para ajudar a promover o desenvolvimento rural, diminuir as desigualdades, e fazer do campo um lugar cada vez melhor para viver e trabalhar.

Autoridades parabenizam o Incaper pelos 63 anos de atuação

Paulo Foletto, secretário de Agricultura, parabenizou o Incaper pelos 63 anos de atuação: “O Incaper eleva o Espírito Santo a categoria diferenciada na nação brasileira. Os colegas do Incaper, através da pesquisa e da extensão, ajudam a trazer o equilíbrio social, econômico e ambiental para os nossos municípios. Sou grato enquanto secretário, mas muito mais grata está a população capixaba. Continue lutando conosco, para que a gente mantenha esse orgulho para falar do Incaper de boca cheia, de espirito aberto e de coração vibrante. Parabéns, Incaper!” disse o secretário.

Em tom festivo, a Diretoria do Incaper saudou principalmente os servidores e parceiros. “Neste momento de celebração, gostaríamos agradecer a todos os parceiros que tanto contribuem para o fortalecimento da nossa instituição. Parabéns a todos, especialmente aos servidores, que tanto se empenham, com razão e paixão, para que o nosso Incaper continue firme”, disse Antônio Carlos Machado, diretor-presidente do Incaper.

“Foi graças ao trabalho em conjunto ao longo de toda esta trajetória que o Incaper conseguiu superar os inúmeros desafios. Sigamos firmes, juntos, para que o Incaper continue sendo motivo de orgulho para o Espírito Santo no Brasil e no mundo”, acrescentou Nilson Araujo Barbosa, diretor-técnico do Instituto.

“Queremos compartilhar com você esse momento de júbilo e rara felicidade, externando nossa eterna gratidão pela sua efetiva participação no processo de desenvolvimento das atividades agropecuárias, florestais e pesqueiras, em especial, daquelas de base familiar. Queremos deixar também registrada nossa profissão de fé na continuidade e aprimoramento das ações integradas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural, visando o desenvolvimento do Espírito Santo”, pontuou Cleber Guerra, diretor administrativo-financeiro do Incaper.

Aureliano Nogueira da Costa, superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Espírito Santo, já foi diretor-técnico do Instituto. “Assistir ao Incaper comemorar 63 anos é uma longa história de sucesso vivida por mim, ex-profissional da casa. Hoje, no Ministério da Agricultura, sigo percebendo a importância que o Incaper exerce na agropecuária do Espírito Santo, gerando desenvolvimento e levando conhecimento e pesquisa aplicada para o agricultor capixaba”, disse.

História

O início da trajetória do Incaper no âmbito do sistema agrícola capixaba tem como marco a criação da Associação de Crédito e Assistência Rural do Espírito Santo (Acares), em 16 de novembro de 1956. Essa instituição tinha como objetivo elevar o nível de vida do agricultor, com a ajuda do crédito rural supervisionado, para aumentar a produção e a produtividade agrícola.

Na década de 1970, outras instituições foram criadas no âmbito do sistema agrícola capixaba. Em 1973, foi fundada a Empresa Capixaba de Pesquisa Agropecuária (Emcapa), cuja finalidade era gerar, adaptar e difundir conhecimentos científicos e tecnológicos, de acordo com a realidade rural do Espírito Santo.

Já em 1974, foi fundada a Empresa Espírito-Santense de Pecuária (Emespe) e, em 1975, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), que incorporou a Acares. A Emater-ES, devido à sua capilaridade, proporcionou orientação técnica a agricultores pelos diversos municípios capixabas.

Em 1999, pesquisa, assistência técnica e extensão rural foram integradas com a criação da Empresa Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Emcaper), fusão da Emcapa com a Emater. Em 2000, a Emcaper tornou-se autarquia, dando origem ao Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web