Qua, 12 de Mai
×

Busca

PREFEITURA DE CACHOEIRO 12 E 13 IPTU

Mercado


Conar concede liminar suspendendo campanha publicitária que maculava imagem do café brasileiro

Por Redação Conexão Safra
13/11/2020 20h29

Respeito à toda cadeia cafeeira foi a única exigência liderada pelos Deputados Federais Evair Vieira de Melo, Emidinho Madeira e Alceu Moreira, materializada por intermédio das pelas Frentes Parlamentares do Café; do Cooperativismo (Freencoop); da Defesa do Comércio Internacional e do Investimento (Frencomex) e da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) ao protocolarem junto ao Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária – CONAR, uma nota de repúdio frente à nova campanha publicitária da marca ENO.

A propaganda apresentava conteúdo equivocado sobre o consumo do café, levando o público a crer que ele é o causador de azia e má digestão na protagonista, quando, em verdade, essa bebida possui diversos estudos científicos que comprovam seus muitos benefícios à saúde humana. As Frentes Parlamentares enviaram nota conjunta de repúdio ao presidente do Conselho Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (CONAR), João Luiz Faria Netto na última quinta-feira (05).

Diversas entidades ligadas ao setor do café também repudiariam a mencionada propaganda, tais quais o Conselho Nacional do Café, Sindicafésp, Cecafé, dentre outras.

Em resposta às Frentes Parlamentares o CONAR relatou que foi concedida medida liminar de interrupção do anúncio.

“Como membro da Frente Parlamentar do Café, presidente da Frencoop e Frencomex e vice-presidente da FPA, nos sentimos prejudicados com o conteúdo divulgado pela empresa. Continuaremos atuando em defesa da bebida muito amada pelo mundo inteiro”, declarou Evair de Melo.

Café

Quanto a importância do café para o Brasil: o país é o maior produtor e exportador e segundo maior consumidor de café do mundo. A cadeia produtiva do café é sustentada por 308 mil produtores (78% da agricultura familiar) e suas cooperativas de produção, têm sido responsáveis pela geração, ao ano, de US$ 5 bilhões a US$ 7 bilhões em vendas externas, 8,4 milhões de postos de trabalho e de até R$ 25 bilhões de renda no campo, em 1.983 municípios cafeicultores.

De acordo com estudos da School of Public Health, ligada à Universidade de Harvard, diversos artigos apontam potenciais benefícios à saúde humana associado ao consumo cotidiano de café, para citar alguns: menor desenvolvimento de câncer; controle nos níveis de açúcar no sangue, consequentemente menor risco de desenvolver diabetes tipo 2; e estímulo à produção de antioxidantes associados ao combate do estresse.

Cabe também ressaltar o artigo científico “Benefícios do café na saúde: mito ou realidade?”, em que as pesquisadoras ressaltam não haver relação entre o consumo de café e o desenvolvimento de úlceras. Portanto, o argumento central da campanha publicitária é difamatório ao consumo de uma bebida nacional de tamanha importância como é o café.

Fonte: Evair de Melo


Comentários Facebook

Entre em contato


28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2021. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web