Seg, 18 de Nov
×

Busca

governo - banestes

Pecuária


Pecuarista de Presidente Kennedy apostou na melhora genética da criação por meio do Bandes

Recursos da linha de agronegócio do Fundesul Presidente Kennedy possibilitam dar dinamismo na economia do município

Por Assessoria de Comunicação Social do Bandes
4/11/2019 13h21
Atualizado em 5/11/2019 12h32

Para conquistar um bom desempenho no setor de pecuária de corte é fundamental que o empresário tenha visão crítica frente aos fatores que afetam o desempenho dos animais e o resultado econômico da atividade. O pecuarista Danilo Bizze apostou na melhora genética de sua pequena criação de bovinos para corte com recursos do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

O pecuarista contratou o financiamento via Fundo de Desenvolvimento Econômico do Sul do Espírito Santo (Fundesul) de Presidente Kennedy, destinado a apoiar projetos de negócios que resultem, direta ou indiretamente, em geração de emprego e renda no município. O Fundesul Presidente Kennedy é um mecanismo financeiro desenvolvido pela prefeitura local, com gestão financeira do Bandes.

O pequeno pecuarista explica que há doze anos investe na atividade de pecuária de corte. O valor contratado foi destinado à aquisição de vinte vacas para melhora genética do rebanho. “O gado de melhor qualidade é mais valorizado na hora da venda”, explica Danilo que comercializa sua produção em frigoríferos na região sul.

Danilo explica ainda que o trabalho de criação de gado de corte tem que ser bem planejado, pois há a necessidade adequar constantemente a produção para a demanda. “Após separar o gado para o abate, ele fica cerca de 80 dias separado em tratamento, se alimentando com ração, para entrar no peso para o abate”, detalha o pecuarista.

O pecuarista Danilo investe há 12 anos na atividade (Foto: *Assessoria de imprensa)

Melhora na produtividade

Para o ganho de produtividade na criação é fundamental o planejamento que vise à produção a baixo custo e no longo prazo mostra-se importante. Diversos aspectos podem ser considerados para melhoria da produção, como o manejo, a qualidade da pastagem e a genética do rebanho.

Todos estes fatores são somados e interligados, já que pouco adiantará a um pecuarista aprimorar suas técnicas de manejo, se seus animais não têm potencial para responder a essa melhora do manejo com aumento da produção. O consultor do Fundesul Presidente Kennedy e engenheiro agrônomo Marlon Altoé Biazatti explica que o investimento contratado pelos produtores é fundamental para diversificação da produção.

“O melhoramento genético tem o objetivo de fazer com que os animais de um rebanho tenham, cada vez mais, características positivas de produção. O município de Presidente Kennedy possui destaque na pecuária leiteira, por isto o investimento em outras atividades do agronegócio e da agricultura familiar é fundamental para geração de renda para o homem do campo”, destaca Biazatti.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web