Sex, 13 de Dez
×

Busca

Pesca


Famílias em situação de extrema pobreza recebem barcos e redes de pesca em Linhares

Por Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper
15/07/2019 18h45
Atualizado em 18/07/2019 15h53

Os barcos foram entregues a famílias atendidas pelo Projeto Dom Helder Câmara, em Linhares. (*Divulgação Incaper)

Onze famílias de pescadores em situação de extrema pobreza da Fazenda Guararema, em Linhares, foram beneficiadas com insumos e equipamentos. A ação faz parte do Projeto Dom Helder Câmara, gerido pela Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e executado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Inicialmente, equipes da Secretaria de Assistência Social de Linhares identificaram as famílias que se encaixavam nos critérios estabelecidos pelo Projeto Dom Helder. Em seguida, os profissionais do Incaper visitaram cada família para explicar sobre o projeto, prestar assistência técnica e elaborar os projetos produtivos necessários à viabilização de recursos.

Segundo a extensionista do Incaper em Linhares, Flavia Barreto Pinto, as equipes conversaram com cada família para identificar as necessidades e orientá-las sobre onde e como aplicar o recurso. “Com a primeira parcela do fomento, no valor de R$ 1.400,00, as unidades familiares participantes do projeto compraram redes para pesca, madeira, pregos, colas, tintas e lixas”, explicou.

Entretanto, as famílias não tinham recurso para pagar a construção dos barcos. “Foi aí que a gente acionou a Associação dos Piscicultores do Guaxe, a Apigua. Conversamos com o senhor Anezildo Patrocínio, mais conhecido como Ziziu, e ele doou a mão de obra para a fabricação de três botes”, disse a extensionista do Incaper.

No dia 11 de julho, técnicos do Incaper foram até a Apigua para buscar os três botes e leva-los à comunidade da Fazenda Guararema. “Os botes agora serão pintados pelas mãos dos próprios beneficiários. Mas eles ficaram tão felizes que nem esperaram pela pintura: colocaram o barco na água do jeito que estava, e saíram remando, comemorando”, contou Flavia Barreto Pinto.

Os insumos e equipamentos vão contribuir para o incremento de renda destas famílias de pescadores. Mas segundo a extensionista do Incaper, os benefícios vão muito além: o Projeto Dom Helder ajuda a resgatar a dignidade das famílias em situação de extrema pobreza. “É muito gratificante ver pessoas que realmente precisam sendo beneficiadas. Todos nós do Incaper sentimos que estamos cumprindo nosso papel”, disse.

A segunda parcela dos recursos, no valor de mil reais, ainda será liberada para as onze famílias de pescadores da Fazenda Guararema. A elaboração dos projetos produtivos e as orientações para a aplicação adequada dos recursos continuam sendo feitas pelo Incaper.

Em todo o município de Linhares, 100 famílias em situação de pobreza e extrema pobreza são contempladas pelo Projeto Dom Helder Câmara. Além de Flávia Barreto Pinto, outros profissionais do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) do Incaper de Linhares estão envolvidos nas ações: Alex Fabian Rabelo Teixeira, Maira Formentini Ribeiro e Geraldo Mendes da Silva.

Sobre o Projeto Dom Helder Câmara

O Projeto Dom Helder Câmara é um programa de ações referenciais de combate à pobreza e apoio ao desenvolvimento rural sustentável na região do semiárido brasileiro. No Espírito Santo, é executado pelo Incaper por meio de um instrumento específico de parceria com a Anater. “Além do Incaper e da Anater, tem ainda o Ministério da Cidadania, que viabiliza esse valor de 2.400 reais para as famílias”, pontuou Ivanildo Schmith Küster, extensionista do Incaper e coordenador do Projeto Dom Helder Câmara.

A iniciativa tem por objetivo atender 1.008 famílias em situação de vulnerabilidade social, em 20 municípios do Espírito Santo que estão na área de abrangência da Sudene: Água Doce do Norte, Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Boa Esperança, Colatina, Conceição da Barra, Governador Lindenberg, Linhares, Mantenópolis, Marilândia, Montanha, Mucurici, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Mateus e Sooretama.

O projeto pretende transformar a realidade do semiárido capixaba com ações de combate à pobreza e à extrema pobreza através do desenvolvimento rural sustentável, visando à melhoria da qualidade de vida e autonomia das famílias assistidas.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web