Dom, 15 de Set
×

Busca

safra es

Fruticultura


Instituídos cinco polos de fruticultura em Linhares

Por Assessoria de Comunicação Prefeitura de Linhares
19/08/2019 14h15
Atualizado em 28/08/2019 0h04

Linhares ganhou cinco polos de fruticultura para o cultivo de limão, cajá manga anão, goiaba, uva e açaí. O decreto que regula o Programa Municipal de Fruticultura, que visa diversificar a atividade agrícola no município e gerar mais renda às famílias de pequenos produtores, foi assinado na última sexta-feira (16) pelo prefeito Guerino Zanon, e o secretário Municipal de Agricultura, Franco Fiorot, durante o “Seminário do Programa de Fruticultura de Linhares” ocorrido na 3ª edição do Lidera Agro – feira de agronegócio de Linhares. O evento faz parte da programação em comemoração aos 219 anos de fundação de Linhares.

Na ocasião, foi dada a autorização para fornecimento de 40 mil mudas a partir de setembro, para fomentar a produção, e lançado o edital de seleção dos produtores a participar do programa, além de firmarem parceria com a Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) e a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) para rastreabilidade das frutas. Especialistas de cada uma das cinco frutas instituídas nos polos falaram aos produtores sobre o plantio, cultivo, doenças e pragas, produção e pós-colheita, rastreabilidade, consumo e exportação.

Os polos implantados foram: cajá manga anão, no Polo Distrito Farias; uva, no Polo Alto São Rafael (contempla regiões como Santa Cruz, São João de terra Alta, São Vicente e São Judas); goiaba, no Polo Baixo São Rafael (localidades como Japira, Córrego Dr. Jones, Santa Rosa, Humaitá e Bagueira); limão, no Polo BR 101 Sul (distritos de Rio Quartel e Desengano); e açaí, no Polo Litoral (Pontal do Ipiranga, Regência, Povoação e Bebedouro).

Fotos: AssCom PML

O secretário de Agricultura, Franco Fiorot explicou que o programa foi elaborado por uma consultoria especializada, pela equipe de Secretaria Municipal de Agricultura e instituições parceiras, e diversas reuniões foram realizadas com Conselho Municipal de Agricultura, com integrantes da cadeia produtiva de insumos, instituições financeiras, viveiros, empresas de beneficiamento de frutas, e apresentado a produtores de sete regiões de Linhares, alguns deles acompanharam a visita técnicas a lavouras do estado que já têm bastante tempo de produção para conhecer as peculiaridades do cultivo das frutas e como desenvolver o plantio. Cada polo foi definido conforme as características agronômicas de solo e clima de cada região.

“O município possui potencial e condições climáticas e solo favoráveis para aumentar a produção de frutas. E a prefeitura está focada em criar mecanismos que ampliem a participação da atividade produtiva na economia capixaba e que impulsionem os produtores de Linhares a ingressar nesse segmento promissor e que está cada vez mais conquistando seu espaço no mercado nacional”, avaliou o secretário de municipal de Agricultura, Franco Fiorot.

O programa faz parte do Plano Agro e a área a ser cultivada no programa é de até 10 hectares por polo, dividida entre os produtores. A expectativa é que em média 80 produtores façam parte do programa, como o senhor José de Melo, presidente da Associação dos Produtores Rurais do Córrego Farias e inscrito no Polo Distrito Farias. Na região dele, a fruta cultivada será cajá manga anão.

O prefeito de Linhares Guerino Zanon destaca que o município caminha a passos largos e é prioridade dentro do Plano Agro fomentar a agricultura local. Ele ressalta que o programa de fruticultura é mais uma oportunidade nesse processo de transformação do setor, principalmente das pequenas propriedades.


“Nossa busca é pela qualidade dos produtos o que resultará em melhorias na renda familiar e na expansão de mercado. Assim temos feito com o café – segundo o IBGE somos o maior produtor de Conilon do Brasil e também do Espírito Santo – e o cacau, que figura entre os 18 melhores do mundo e foi incluído na lista dos 36 produtos brasileiros que teve sua indicação geográfica reconhecida por meio de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia”, destaca.

Guerino pontua que a Prefeitura atua e investe em diversas ações como treinamentos com produtores e visitas nas comunidades, distribuição de mudas de cacau, e os concursos de qualidade do café do cacau, por exemplo. “São ações que destacam os nossos produtos no mercado e despertam o olhar dos compradores pelo diferencial aplicado no processo de produção dos frutos, como incentivar e fomentar a produção com cada vez mais qualidade e contribuir com o desenvolvimento do Espírito Santo”, disse.

Linhares é destaque na produção de maracujá, coco, banana, laranja e goiaba, além de ser o principal exportador de mamão papaia para os Estados Unidos e alguns países da Europa. Pontuou ainda que dados da Agência de Desenvolvimento de Linhares (Adel) revelam que fruticultura em geral é o principal arranjo produtivo local de Linhares gerando 3.533 empregos pelas 300 empresas locais na produção e no beneficiamento.


Comentários Facebook

Entre em contato


28 3553-2333
28 99976-1113
jornalismo@safraes.com.br

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


SafraES

© 2018 SafraES.
Todos os direitos reservados.

© 2019. Todas as postagens do site SAFRA ES podem ser reproduzidas gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte: Site Revista SAFRA ES.
Produção / Cadetudo Soluções Web